1. coleção de seres extraordinários

senti-me seduzido por uma criatura repugnante – porque me enojas é que reparo em ti. da incompreensão surge a necessidade de entender. se rejeito os teus modos de vida, não me deixas indiferente. numa tarde fria e desconcertante aproximou-se esse ser calado, distante, acabrunhado. tolhido nas suas vestes escuras e gastas. agarrado a um volume de Kaváfis. miserável, altivo e arrogante. perguntei-lhe “porquê o grego de Alexandria?” disse “este é o passado e o presente. a antiguidade e a modernidade. o que atravessa o tempo com a sua própria eternidade”.

23. 04. 2019.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s