adeus a Ílion

os olhos sangram – os Gregos implodiram Troia. dos cabelos enfeitiçados de Helena soltaram-se duas feras afrontadas. já não temos Aquiles. esperam-nos às portas de Micenas.

de que servirá tudo isto se até mesmo os vencedores provam do cálice dos vencidos?

nada resta. as pedras que nos olham hão de julgar-nos pelo sangue derramado e as oliveiras que ladeiam os nossos passos não darão mais rebentos de paz. nem sabemos porque subimos se os navios que partiram à frente se apagaram no horizonte.

os homens já não vivem nesta cidade [será que viveram?]. nem deuses nesta cidadela.

01. 03. 2019.

Maria Afonso escreve A inutilidade das coisas no jornal O Interior e é a razão de ser do texto acima. Obrigado m.a.!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s