desabitados

os lençóis de manhã arrugados
banham-se na luz doce
como a pele de alguém
que viveu todos os dias e todas as noites

não dirias que dormiram neles imaculados
que apenas deixaram um leve cheiro virgem
que depressa se evapora quando acordam

e voltam a fechá-los sobre si mesmos
como uma flor noturna
no silêncio e escuridão do quarto

estranha forma de beleza esta
a da solidão.

[ ~26 mai. 2018 ~ ]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s