cartilha maternal

ensina-me…
a grande maldição
de termos que aprender dos outros
a atar as nossas mãos com as nossas próprias mãos, limpas
se não pudermos abrir os braços
não sentiremos a tentação do vento
mais dificilmente nos secarão as raízes
nas nos nascerão asas, decerto
ensina-me…
a razão de sermos esta inapelável matéria dos sonhos
de destino
um poço de luz com olhos
belos e negros, olhos que inevitavelmente nos secam
ensina-me…
o porquê
de nos agarrarmos ao abismo
sempre com a força e o desespero maiores.

[ ~ 25 abr. 2018 ~ ]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s