expiação

Como posso afirmar que não vi, se esses abutres me enfiam todos os dias, como lanças, essas imagens pelos olhos?

Como posso dizer que sinto o que afinal não sinto, só para humanizar o meu coração?

Como posso acreditar que não compreendo, só para tentar salvar a inocência da minha alma?

Como posso atirar-te uma corda, se do outro lado há muito que lhe atei uma pedra?

Como posso escutar-te, se os ouvidos ouvem mas ambas as mãos se fundiram para os tapar?

Como posso chegar até ti, se tenho as pernas presas na vontade de não te alcançar?

Como posso abraçar-te se tenho os braços tolhidos da força que fiz para te esmagar?

[Como posso escrever isto, como se bastasse para me expiar?]

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s